FILIADO: cut sergipe sem-fundo 2
logo_dieese fenadados

Recursos dos fundos de pensão fortalecem economia


  • Foto: Félix Pereira
    Recursos dos fundos de pensão fortalecem economia
    Sílvio Michelutti e Luiz Roberto Doce destacam a importância dos fundos para a economia


Os fundos de pensão brasileiros têm um patrimônio de R$ 500 bilhões. Isso representa mais ou menos 17% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Esses recursos são investidos na economia brasileira e no desenvolvimento do País. Essa foi uma das questões abordadas na tarde desta quinta-feira (17), durante o Seminário Nacional sobre Fundos de Pensão, promovido pela Fenadados em Brasília.

No Brasil, os fundos de pensão (FP) surgiram na década de 70, durante o governo dos militares. Atualmente, aproximadamente duas mil empresas patrocinam fundos no País. A Previ é o maior FP nacional, possui cerca de 150 mil participantes. 

Duas empresas públicas do setor de processamento de dados são patrocinadoras de fundos de pensão: a Dataprev da Prevdata, que tem mais de dois mil associados no plano atual, e o Serpro é patrocinador do Serpros, com 11 mil participantes. Em dezembro de 2010, o patrimônio da Prevdata era de R$ 464 milhões e o do Serpros é de R$ 3 bilhões.

Painéis

Na tarde desta quinta-feira (17), os participantes do seminário assistiram à painéis com representantes de fundos de pensão. Falou sobre os planos de previdência complementar da Prevdata Ary Follain Junior, diretor de Atendimento e Seguridade. O Diretor de Benefícios do Serpros, Luíz Roberto Doce, falou sobre o funcionamento dos fundos de pensão brasileiros. Sílvio Michelutti, que já foi diretor do Serpros, falou sobre a sua importância dos FPs para a economia brasileira.

Imprimir